Jackson Pollock - 1912-1956, EUA
Ritmo de outono (número 30)
1950
488 X 320 cm
FONTE

Arte Moderna |

Expressionismo Abstrato

“Pollock parte realmente do zero, do pingo de tinta que deixa cair na tela. Sua técnica de dripping (gotejamento), deixa certa margem ao acaso: sem acaso, não há existência.”

Argan

A Arte Moderna, p. 532

“Pollock parte realmente do zero, do pingo de tinta que deixa cair na tela. Sua técnica de dripping (gotejamento), deixa certa margem ao acaso: sem acaso, não há existência.”

Charles Harrison

Movimentos da Arte Moderna, p. 129

Outros Artistas

Arshile Gorky
Mark Rothko
Willem de Kooning