Luiz Alphonsus
Negativo/Positivo , série Edições, 1970-1984
Fotografia, náilon e vinílica sobre aglomerado
67 x 24 cm
FONTE

Arte Contemporânea |

Anos 60-70 (no Brasil)

"Foram dois anos difíceis – 1969/1970. No dia 13 de dezembro de 1968, o Governo baixou o Ato Institucional n. 5, que colocou o Congresso Nacional em recesso, estabeleceu a censura nos meios de comunicação, suspendeu os direitos individuais e “oficializou” a tortura. Na seqüência, vieram a cassação de mandatos legislativos, a aposentadoria compulsória de artistas, professores, intelectuais, a prisão e morte de líderes estudantis e militantes políticos, a invasão de escolas, museus e exposições, a censura às obras de arte, o fechamento da Pré-Bienal de Paris, o êxodo e o exílio. A reação às medidas de exceção veio na forma de assaltos a bancos, seqüestro de Embaixadores, boicote à Bienal de São Paulo etc."

“(...) Desse embate radical, resultou um conjunto significativo de obras, atitudes, comportamentos, exposições ou eventos e mesmo uma teoria artística – a contra arte – que define um momento extremamente importante da arte brasileira”.

Frederico Morais

1983

"Não queríamos ser bem entendidos. Como a repressão era muito violenta, e o nosso trabalho político, procurávamos camuflar as idéias. No meu trabalho havia um sentimento poético da arte e uma dimensão política. Uma coisa comum a todos era a decisão de não trabalhar mais com a tela. Tínhamos uma atitude política, até na maneira de vestir, em nossa forma de agir, de ser contra, de atuar contra o mercado de arte – daí a decisão de promover a derrubada da pintura."

Luiz Alphonsus

1986

Conheça alguns artistas

1. Luiz Alphonsus
2. Antonio Manuel
3. Artur Barrio
4. Carlos Zilio
5. Cildo Meireles
6. Guilherme Magalhães Vaz
7. Raymundo Colares
8. Thereza Simões